Escola do Rei Pelé

 

Início > Imprensa > Detalhe

 

Confira as matérias que saíram na imprensa sobre a Escola do Rei.

 

06/06/2004 12:00 | Time de Pelé, o Litoral Futebol Clube estréia com vitória sobre a Portuguesa Santista

 
O Litoral Futebol Clube já dá mostras de que tem tudo para se tornar um clube de sucesso. O time, resultado de uma parceria entre Pelé e o empresário Pepe Altstut (proprietário da Memorial Necrópole Ecumênica) começou com o pé direito ao vencer a sua partida de estréia, a Portuguesa Santista, por 3 a 2, no Estádio Ulrico Mursa. A partida amistosa serviu para o técnico Manoel Maria, ex-ponta direita do Santos, avaliar atletas novos.
O destaque foi o atacante André. "Temos muitos garotos que prometem muito. Nossa região sempre foi um celeiro de craques e estamos dando chance para que os meninos mostrem seu potencial", afirmou Manoel Maria, que também ressaltou o estilo do volante Éder. "Ele chegou para a peneira do Litoral e já o aproveitamos", disse. Agora, o time se prepara para o Paulista Sub 20. Em médio prazo o clube terá um time profissional, que entraria na série B3 do Campeonato Paulista - onde só podem atuar atletas com menos de 23 anos.
Na próxima quinta-feira (dia 10), em pleno feriado, será feita uma peneira para escolher novos integrantes para o Litoral. A seleção será feita na sede do time, à rua Pirajá da Silva, 526, Aparecida, em Santos. "Temos tudo para crescermos. Uma sede moderna, com departamento médico, academia, vestiários e alojamentos", explicou Manoel Maria, acrescentando que a idéia do projeto de Pelé e Pepe Altstut é criar uma Universidade do Futebol, unindo teoria e prática, oferecendo espaço inclusive para intercâmbio com equipes do Exterior.
Ponta direita do Santos nos anos 60 e 70, Manoel Maria tornou-se um especialista em revelar novos valores. Trabalhou na Vila Belmiro - onde descobriu atletas como Robinho, Baiano e Michel - e há cinco anos mantém sua escolinha, com meninos de 6 a 18 anos, que ocupa o terreno na Aparecida desde o começo de 2003. Conta hoje com mais de 300 inscritos. No futuro, a estrutura do Litoral FC permitirá que este número suba para 800.
"Temos garotos que prometem muito", ressaltou o instrutor, dizendo que o trabalho com os meninos o motiva bastante. "Eles correm atrás de um sonho que é o mesmo que eu tive quando criança. Pra mim já seria demais ter sido profissional do Náutico (do Recife). E eu cheguei muito além da minha expectativa: acabei em Santos, no melhor time do mundo. O que eu faço é incentivar estes garotos para que eles também alcancem seus sonhos. Então só posso sentir alegria ao ver a motivação dessa garotada", frisou.
Dar oportunidade a meninos que moram na Baixada Santista é uma prioridade no trabalho que o ex-ponta direita desenvolve. "Nossa região sempre foi um celeiro de craques. Precisamos dar chance para que eles mostrem seu potencial. Isso não quer dizer que jogadores de fora não tenham vez. Mas também precisamos valorizar os daqui", explicou.
Outro aspecto que Manoel Maria enfatizou é o lado social da sua profissão. "Aqui faço questão quer todos sejam tratados e se tratem com o maior respeito. E eu tenho de dar exemplo, porque sou um espelho para eles. Também faço questão de ver o boletim escolar, para que não pensem só em jogar bola", destacou.
Vendo o Litoral Futebol Clube tomar forma, Manoel Maria lembra de uma promessa feita pelo amigo Pelé. "Ele disse que em breve eu teria uma surpresa agradável. E vieram a nova sede da escolinha e o surgimento do Litoral. Com o Pelé e o Pepe Altstut posso dizer que o Litoral é um clube que já nasceu grande", revelou.
 
Pepe Altstut é ligado ao esporte
 

Além do Litoral Futebol Clube, o empresário Pepe Altstut tem uma ligação muito forte com o esporte, através da Memorial Necrópole Ecumênica, o maior e mais alto cemitério vertical do Mundo. À primeira vista o fato pode parecer estranho, inusitado, mas a Memorial, em Santos, patrocina cerca de 150 atletas de diversas modalidades. Hoje, além de ser conhecida por estar incluída no Guiness Book (o livro dos recordes), por sua altura, a Memorial tem destaque em função do esporte. O apoio vai do boxe ao ciclismo, triatlhon e pedestrianismo e passando até pelos esportes adaptados, como tênis sobre rodas e triathlon para deficientes físicos. 

A ajuda aos atletas e eventos começou mais pelo amor do empresário Pepe Altstut (proprietário da Memorial) ao esporte e acabou tornando-se uma importante ferramenta de marketing do Grupo Memorial, afastando a imagem negativa de um cemitério. Mais do que isto, aproximou a população da necrópole.

Vários atletas de ponta, formadores de opinião, fazem parte do "team" Memorial e aparecem constantemente na mídia nacional e internacional. Há também a Academia Memorial de Boxe, que faz um trabalho social, tirando atletas da marginalidade, além de revelar novos talentos para o esporte.

"Desde o começo sempre apoiamos o esporte. Desta forma, ajudamos a desenvolver a saúde, qualidade de vida na Cidade e da mesma forma, afastamos a imagem de que o cemitério é um local isolado", explica Pepe, que pratica ciclismo, tamboréu, boxe, corrida. Além disso, foi campeão de caça submarina. "Hoje os negócios me impedem de me dedicar mais ao esporte, mas nunca deixo de treinar. Gosto muito de apoiar o esporte. Se todos ajudarem um pouco, com certeza teremos muito no resultado final", destaca o empresário, que tem um carinho especial pelo boxe e, inclusive, montou uma academia em Santos.

Além dos atletas, a Memorial patrocina disputas, muitas internacionais, como lutas de boxe e as ultramaratonas em Cubatão, corrida 24 Horas de Santos e a Travessia Rio-Santos. "Trouxemos os maiores nomes da corrida de longa distância do mundo, como o tricampeão mundial, Konstantin Santalov, da Rússia, e o campeão de 97, Sergey Yanenko, da Ucrânia, e a bicampeã mundial, Valentina Liakhova, também da Rússia. Com isto, promovemos a nossa região e ainda ajudamos os nossos atletas a evoluírem tecnicamente", diz Pepe.

 


Fonte: Atribuna